Os Vários Tipos de Modelos de Gestão

Por Rafael Targino | Agile

abr 23

No último dia 20 de abril de 2018 tive o prazer de palestrar novamente em um evento que eu gosto muito que é o The Developers Conference. O TDC, como é mais conhecido, é o maior evento de tecnologia, negócios e agilidade do Brasil e tem mais de 10 anos de existência. Nesta última versão, foram mais de 6800 inscrições e aproximadamente 370 palestrantes divididos em 40 trilhas. Muito conhecimento rolando! De Java e .Net a Gestão de Produtos e Design Thinking.

Neste evento, além de ser um dos coordenadores da Trilha de Gestão de Produtos, também palestrei na Trilha de Management 3.0 e Gestão Ágil

Na minha palestra, falei de 5 modelos de gestão diferentes que foram basicamente impulsionados por mudanças tecnológicas (ou mudanças midiáticas, como diria Marshall Mcluhan). Cada nova onda de tecnologias, leva a humanidade a uma nova forma de consciência, modificando sobremaneira como vemos o mundo, o ambiente e a gestão. 

Falei inicialmente dos 4 modelos de gestão que temos até agora, desde a época do homo sapiens primitivo até o mundo atual: modelos de gestão baseados na dominância (força), na eficiência, na eficácia e no lado humano/comportamental.

E por fim, incluí um quinto modelo de gestão que está surgindo com o advento de um mundo totalmente digital. Alguns pensadores, como o Prof. Carlos Nepomucemo, o Nepô, chama esta nova forma de gestão de "Uberização", já que ela é baseada na recomendação, no rastro, na avaliação e na curadoria.

É falsa a dicotomia entre eficiência x eficácia.

E indo mais além, é falsa a tricotomia entre eficiência x eficácia x comportamental.

Ao final da palestra me posicionei que a escolha de um modelo de gestão não precisa ser um "ou exclusivo", ou seja, ou você escolhe um ou escolhe outro. Neste ponto, afirmei que é falsa a dicotomia entre eficiência x eficácia que algumas pessoas teimam em anunciar. E indo mais além, é falsa a tricotomia entre eficiência x eficácia x comportamental. O mais importante para mim, é o que Charles Darwin já dizia: adapta-se ou morra!


Se você gostou deste post, este assunto, entre diversos outros que permeiam a gestão ágil de projetos e a gestão de pessoas, são discutidos no meu curso de Gestão Ágil de Projetos. Verifique a próxima turma no link acima.

Sobre o autor

Rafael Targino atua ajudando empresas e seus colaboradores a entenderem o processo de transformação do qual o mundo está passando e a se prepararem de forma adaptativa para cenários de complexidades e incertezas.

s2Member®